Temas de redação no ENEM 2019. 4 apostas quentes

Temas de redação no ENEM 2019. 4 apostas quentes

O Salto 3 comments

4 apostas de temas de redação no ENEM 2019

Mudanças no INEP, general no cargo de “diretor” do ENEM e Bolsonaro explicitando o desejo de ler a prova antes da aplicação. Já sabemos que a prova do ENEM 2019 não vai ser como antes (leia mais aqui). Por isso, nossa equipe levantou quatro apostas de temas de redação no ENEM 2019. Vamos ver quais são eles?

1. Desaparecimento de crianças

O tema inclui o rapto de menores, que pode ser motivado pelo tráfico de pessoas. Também entram nesse montante as crianças e adolescentes que fogem de casa por outros motivos. São exemplos: envolvimento com drogas, fuga a abusos familiares, desejo de independência.

– Por que esse é um dos temas quentes para a redação do ENEM 2019?

De acordo com a última estimativa realizada, a cada hora, 22 pessoas desaparecem no Brasil. Isso mesmo! Dois times de futebol inteiros. Por ano, são 200 mil desaparecidos, dos quais 40 mil são crianças. E mais: o Brasil lidera o ranking de vulnerabilidade da América Latina quando o assunto é o tráfico internacional de crianças.

Nesse sentido, o sistema de cadastro de desaparecidos do Ministério da Justiça apresenta muita instabilidade, o que induz a polícia a trabalhar à toa. Desse modo, algumas iniciativas podem ajudar a resolver o problema, como o aperfeiçoamento do modo como as denúncias são feitas. Além disso, existem ações muito efetivas como:

Quer saber mais? Então, dá o play no vídeo com os nossos amados Lucca Najar, Manoel Neves e Vanessa Biondini. Tá re-che-a-do de repertório pra esse tema!

2. Tabagismo no século XXI

É verdade que o problema do tabagismo tem sido reduzido no Brasil nos últimos anos. Inclusive, nosso país é destaque nesse esforço. Mas, isso não significa que o problema acabou ou que essa é a realidade de todos os países do mundo. Afinal, o hábito de fumar segue crescendo globalmente e desencadeando muitas das doenças mais graves do nosso tempo.

– Por que este é um dos temas quentes para a redação do ENEM 2019?

A cada seis segundos, uma pessoa morre vítima de doença relacionada ao tabagismo no mundo. Devido a isso, o Brasil ocupa o 8º lugar no ranking de fumantes no planeta. Assim, essa conta acaba não saindo barata para os cofres públicos.

Em primeiro lugar, para seguir lutando contra o problema, medidas como o alto taxamento sobre o cigarro e a proibição de propagandas continuam indispensáveis. Além disso, o Ministério da Saúde deve manter a distribuição de medicamentos gratuitos, pelo SUS, para ajudar a quem quer largar o vício.

Mas, o que mais precisa ser feito para minimizar os impactos de morte por tabagismo? Primeiramente, vamos listar as iniciativas bacanas que já existem por aí. Por exemplo, o grupo Truth Orange. Essa é uma organização liderada por jovens que lutam para reduzir o número de tabagistas no mundo. Procure pela #FinishIT no Twitter!

Agora, se você tá sedento por mais repertório e mais soluções, recomendamos altamente o “Temas de Buenas” sobre o assunto. Lucca Najar e o Manual do Manoel te apresentam dados riquíssimos. Além deles, a Vanessa Biondini te ensina a estruturar uma redação nota 1000 sobre o tema, caso ele seja a escolha do ENEM 2019.

3. Mobilidade Urbana

Entendemos por mobilidade urbana o deslocamento de pessoas dentro dos perímetros das cidades. Nesse sentido, é dever da constituição brasileira garantir o direito de ir e vir livremente ao cidadão.

– Por que este é um dos temas quentes para a redação do ENEM 2019?

A população mundial segue crescendo. Por si só, isso já agrava o problema. Mas também é necessário considerar o impacto que transportar esse monte de gente causa ao meio ambiente. Desse modo, buscar soluções mais rápidas, econômicas e sustentáveis é uma missão para o presente e para o futuro.

Mas é claro que já tem coisa sendo feita por aí. Por exemplo:

  • A ONG Vá de Bike adaptou um conteúdo para criar uma pirâmide inversa do tráfego de como deveria ser feito o investimento em mobilidade urbana nas cidades;
  • Em Medellin, um teleférico facilita o transporte a locais mais pobres;
  • São vários os projetos e modelos de trem-bala magnético, como este na China;
  • O ônibus com teto verde na Espanha.

Quer entender melhor sobre o assunto? Então, você já sabe, né? Confira no “Temas de Buenas” no Youtube!

4. Suicídio entre jovens

O suicídio é uma das principais causas de morte dos jovens no Brasil. Embora o ENEM nunca tenha cobrado nenhum tema de saúde pública, essa é uma das grandes apostas para este ano.

– Por que este é um dos temas quentes para a redação do ENEM 2019?

Apesar de os casos não serem divulgados na mídia da mesma forma que outros acontecimentos, o tema suicídio entre jovens vem dando o que falar. Para se ter uma ideia, dados do Sistema de Informação sobre a Mortalidade confirmam que essa é a segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 24 anos – ficando atrás apenas do acidente de trânsito.

Além disso, jogos como a “Baleia Azul” (lembra?) são um grande ponto de atenção, porque induzem as pessoas a cometerem suicídio, mesmo que essa não fosse sua ideia inicial. Ademais, conteúdos como a da série “13 Reasons Why” também chamam atenção para a abordagem irresponsável do tema.

No “Temas de Buenas”, a duplinha Lucca Najar e Manual do Manoel abordam esse assunto e explicam o “suicídio por contágio”. Você sabe o que é isso? Nesse vídeo, você vai aprender tudo sobre o assunto. Mas, atenção! Você precisa ficar até o final do vídeo pra conferir uma redação nota 1.000 sobre esse tema com a nossa teachtuber, Vanessa Biondini.

Quer mais 10 temas fervendo para a redação do ENEM 2019? Vem de e-book!

Além de descrever os 14 assuntos (10 + 4 que falamos aqui), incluímos redações-modelo pra você entender como seria uma redação nota 1000 com cada uma das nossas apostas de tema. Então, clique aqui ou dentro da imagem para baixar gratuitamente!

Temas quentes para a redação do ENEM

Temas quentes para a redação do ENEM

 

Questões que mais caem em Biologia no ENEM

O Salto No Comments

Questões que mais caem em Biologia no ENEM

Quando o assunto são as questões que mais caem na prova de Biologia ENEM, algumas palavras e termos sempre se repetem: processos celulares, como anabolismo e catabolismo; cadeias e níveis tróficos de um ecossistema; genética. Dominar cada um desses assuntos fica mais fácil quando você aprende a ler as palavras.

Você sabe o que quer dizer “catabolismo hepático do glicogênio”? Como você se viraria se essa expressão aparecesse na sua prova do ENEM 2019? Se a gente entender a etimologia das palavras, você não vai precisar decorar o significado.

CATA vem do termo grego kata que significa “para baixo”. Já “bolismo” vem de “bollein”, que significa lançar ou projetar. Nesse sentido, a origem da palavra pode ser interpretada como uma ação de cima para baixo, que transforma moléculas mais complexas em moléculas mais simples.

Em seguida, temos a palavra HEPÁTICO, que começa com HEPA. Dessa vez, HEPA tem a ver com fígado! Então, já podemos induzir que o processo acontece no fígado. Por fim, glicogênio lembra glicose e tem a ver com açúcar. Assim, juntando tudo, podemos supor que a glicose que está no fígado vai entrar num processo de cima pra baixo, deixando de ser complexa para se transformar em moléculas mais simples. 

Para entender melhor esse assunto, assista a esse vídeo e aproveite para baixar gratuitamente o nosso ABIOCEDÁRIO, que decifra várias palavras que se repetem em várias provas de ciência da natureza no ENEM e em outros vestibulares.

COMO O ENEM 2019 pode cobrar processos celulares?

Essa pergunta assombra muitos candidatos, mas a resposta não é nenhum mistério. A forma como o ENEM 2019 pode cobrar o assunto é da mesma maneira que cobrou nos anos anteriores. Por isso, é tão importante estudar por meio de provas anteriores. Vamos ver uma questão do ENEM 2018?

Anabolismo e catabolismo são processos celulares antagônicos, que são controlados principalmente pela ação hormonal. Por exemplo, no fígado a insulina atua como um hormônio com ação anabólica, enquanto o glucagon tem ação catabólica. Nesse sentido, ambos são secretados em resposta ao nível de glicose sanguínea. Em caso de um indivíduo com hipoglicemia, o hormônio citado que atua no catabolismo induzirá o organismo a estimular o quê?

a) realizar a fermentação lática.
b) metabolizar aerobicamente a glicose.
c) produzir aminoácidos a partir de ácidos graxos.
d) transformar ácidos graxos em glicogênio.
e) estimular a utilização do glicogênio

Respondendo à questão anterior

A resposta para essa pergunta é muito simples (gabarito E). Você já sabe o que significa catabolismo. Agora, vamos entender o que é o anabolismo. Certamente, a própria questão já te deu uma dica, dizendo que os processos são antagônicos. Se o catabolismo ocorre de cima para baixo, o anabolismo ocorre de baixo para cima, do mais simples para o mais complexo. Mas, vamos mais adiante, porque o enunciado contou essa historinha apenas pra introduzir o assunto. Na verdade, a questão quer saber o que o  glucagon, que é um hormônio de ação catabólica, irá fazer no caso do indivíduo possuir hipoglicemia.

Nesse caso, temos mais uma palavra pra avaliar a etimologia. Hipoglicemia é a composição do termo grego hype que significa “abaixo de”, do termo grego glykus, que significa “doce” e do termo grego haima, que significa sangue. Logo, a origem da palavra pode ser interpretada como a concentração reduzida de açúcares no sangue. Desse modo, em caso de  hipoglicemia, o glucagon precisa quebrar a reserva de glicogênio em glicose, que são moléculas mais simples. Assim, a glicose vai voltar a circular no sangue do indivíduo. Logo, o glucagon vai agir para estimar a utilização (a quebra) desse glicogênio. Desse modo, a resposta certa é a letra E.

Por que entender isso é tão importante para o ENEM 2019?

O ENEM, cada vez mais, quer analisar a sua capacidade de interpretar as questões. Há pouco tempo, o atual presidente do Inep, Alexandre Ribeiro Lopes, reiterou que a prova de 2019 será focada em questões que avaliem objetivamente o aprendizado dos estudantes. Por isso, é tão importante conseguir ler e entender as palavras.

Em 2017, a prova de biologia perguntou sobre relações filogenéticas. Novamente, quem conhece prefixos tirou de letra. Em primeiro lugar, “filo” vem do termo grego file, que quer dizer tribo ou raça. Em segundo lugar, genético vem de gênese, remetendo à origem das coisas. Logo, filogenética é o estudo do nascimento de tribos ou raças e tem a ver com a história evolutiva dos grupos taxonômicos.

Em 2016, tivemos uma questão de mosquitos hematófagos. Que diabo é isso? Mais uma vez, é só respirar fundo e analisar a etimologia da palavra. Primeiramente, hematófago vem de hematofagia. Desse modo, hema vem de haima, que significa sangue e fagia vem de phagein, que remete ao ato de comer. Logo, hematófagos são animais que se alimentam de sangue. Muito fácil, né? Quando você aprende a ler as palavras, vai ficando cada vez mais simples.

Exemplos de questões que mais caem em Biologia no ENEM

Agora, vamos pra 2015. Na ocasião, o ENEM quis saber sobre o impacto que a indústria têxtil causa ao despejar corantes no ecossistema aquático. Nesse sentido, o maior prejuízo está na inibição da fotossíntese. Ainda assim, uma alternativa complicada acabou levando muita gente para o buraco. Afinal, muitos candidatos não sabiam o que era eutrofização e na dúvida, marcaram errado. Vamos entender a palavra?

A palavra eutrofização é dividida entre os termos gregos “eu”, que corresponde à bom, e “trophos”, que quer dizer alimento. Nesse sentido, eutrofização é a ação da boa alimentação. Para a ecologia, a eutrofização da água causa excesso de nutrientes no ambiente aquático. Em outras palavras, ocorre uma espécie de sobrecarga de matéria orgânica que polui as águas por excesso de nutrientes, o que não é o caso das tinturas. Assim, a alternativa certa era realmente a mais óbvia, inibição da fotossíntese. 

Fique fera nas questões que mais caem em Biologia no ENEM

 

questões que mais caem em Biologia no ENEM

BIOLOGIA NO ENEM

BAIXE AGORA ESSE ABIOCEDÁRIO (GRÁTIS)!

Agora, você já sabe como é importante entender as palavras. Pra dominar melhor esse assunto, baixe o nosso e-book grátis: o ABIOCEDÁRIO. Nele, você vai aprender os termos mais recorrentes nas provas e detonar não só no ENEM, como na vida. Aproveite para deixar aqui embaixo o seu comentário sobre esse artigo. Com qual outra palavra ou termo você tem mais dificuldade? Já pensou que, talvez, você esteja tentando decorar o significado, em vez de entender? Aplique os conhecimentos que você vai aprender nesse e-book e bons estudos!

Redação do ENEM no governo do Bolsonaro

O Salto one comments

Redação do ENEM no governo do Bolsonaro

O Enem está chegando e eis que surgem as perguntas: – O presidente vai mesmo ler a prova? Será que ele pode interferir nos temas de redação cobrados? Até o meio do ano, muito se especulou sobre a redação do ENEM no governo do Bolsonaro. Agora, não há mais dúvidas. Hoje, dia 11 de outubro de 2019, o Estado de Minas publicou uma matéria que confirmou que a prova do ENEM não vai ser como no ano passado.

Mudanças na redação do ENEM no governo Bolsonaro

Muita gente quer saber se a prova vai mudar. No que diz respeito à estrutura e à sua forma de ser avaliada, não. Nesses quesitos, é como diz o velho ditado: tudo permanece como dantes no quartel de Abrantes. No entanto, agora há uma comissão do INEP, responsável por “identificar abordagens controversas com teor ofensivo a segmentos e grupos sociais, símbolos, tradições e costumes nacionais”. Mas, o que isso significa?

Em outras palavras, significa que o INEP vai passar um pente fino em tudo que possa gerar polêmica ou afetar a moral e os bons costumes da família tradicional ortodoxa brasileira. Assim, não espere temas de redação que critiquem a homofobia, a xenofobia ou até os direitos dos indígenas quanto à demarcação de terras. Não vai rolar. E por quê? Porque os direitos de cada um desses grupos “fere” o pensamento de outros, e o governo não quer que você levante nenhuma bandeira.

De acordo com Abraham Weintraub, o Enem não vai ter questões “ideológicas”. Segundo o ministro da educação, as questões deverão medir “a capacidade de ler e compreender o texto”. Nesse contexto, o atual presidente do INEP, Alexandre Ribeiro Lopes, assina embaixo e diz que a prova deste ano está focada em questões que avaliam objetivamente o aprendizado dos estudantes.

Quais temas podem cair na redação, então?

Diante do exposto, o ENEM 2019 não vai cobrar nada muito polêmico. Obviamente, o governo não quer que você fale mal dele, muito menos da gestão e decisões do atual presidente, Jair Bolsonaro. O INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) também não espera que você seja o polemizador do rolê. Como a gente sempre diz, a redação do ENEM não é palanque. Desse modo, a ideia é se posicionar apenas para construir a sua tese e para propor uma solução na conclusão do seu texto.

Para ajudar você a construir repertório sobre os temas de redação mais prováveis no ENEM 2019, o Salto convidou a roteirista, Aline Layoun, e a professora de Letras, Amanda Kimie, para conversarem sobre a prova do ENEM neste novo cenário político. Por isso, elas também escreveram um e-book com 14 apostas de temas para o ENEM 2019. Nesse e-book, elas falam um pouco sobre o que esperar da prova, apresentam textos motivadores de temais quentes, além de redações-modelo (redigidas por elas mesmas e por seus alunos) sobre cada um dos assuntos abordados. O e-book está disponível aqui.

temas redação enem

 

 

Aproveite e assista aí embaixo ao vídeo que elas debatem sobre esse assunto. Assim, você vai chegar no ENEM afiadíssimo.

 

Apostas de temas para a redação do Enem no governo Bolsonaro:

Segundo Amanda e Aline, são temas muito quentes para o ENEM 2019:

  • a importância da vacinação, porque o governo bateu muito nessa tecla ao longo do ano;
  • gravidez precoce, devido à criação da Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência;
  • a importância da família, porque Bolsonaro se elegeu a partir desse discurso;

Qual é a sua aposta de tema? Comente aí embaixo e não deixe de baixar aqui o e-book exclusivo do Salto com 14 temas quentes!

Cones dentro da retina: O que o ENEM quis saber?

O Salto No Comments

Para você que está estudando para o vestibular, ou fez a prova do Enem do ano passado, muito provavelmente já sabe que existem milhões de cones dentro da retina. Se você não faz ideia do que eu tô falando, continue lendo que você vai entender!

Não são cones de obras, embora tenham a importante missão de sinalizar para gente as cores e detalhes dos objetos. Junto com os bastonetes, outro tipo de célula do olho humano, eles transformam a energia luminosa em estímulos nervosos, que, ao serem conduzidos ao córtex cerebral, formam o sentido da nossa visão.

O que o ENEM quis saber?

A questão perguntava sobre o tipo de efeito que a degeneração de cones pode comprometer, e a resposta, como você já sabe, diz respeito à capacidade de visão em cores.

Se a questão fosse bastonetes, o ENEM poderia perguntar sobre as células que ajudam você a enxergar à noite.

Os bastonetes são fotoreceptores da retina que conseguem funcionar com níveis baixos de luminosidade. Quando você anda no escuro, por exemplo, eles trabalham para que os objetos fiquem mais perceptíveis. Já quando você está em um ambiente mais claro, eles ajudam você a ver ainda melhor. Os bastonetes são 100 vezes mais sensíveis à luz que os cones, mas detectam apenas tons de cinza.

E você, já estudou sobre isso? Existe algum outro tema que você quer aprender com O Salto? Deixe seu comentário, nós queremos muito te ajudar!

Não deixe de curtir também as páginas do Salto nas redes sociais (Facebook e Instagram). Quando você menos percebe já esta aprendendo.

Será que você sofre de hipersonia? Confira as dicas e descubra!

O Salto No Comments

Hipersonia. O que é?

Você costuma sentir aquela sensação de fadiga ou cansaço ao acordar? Já sentiu uma espécie de preguiça que não te larga, mesmo depois de ter dormido durante toda a noite? Pois saiba que, você pode estar sofrendo de uma condição rara, chamada hipersonia.

A hipersonia é um transtorno do sono que afeta cerca de 1% da população. Curiosamente, ela não atrapalha o sono, como é o caso da narcolepsia, por exemplo. É como conviver com uma eterna ressaca. Seus sintomas se manifestam quando a pessoa desperta, e se sente desorientada, com uma moleza no corpo, como se não tivesse descansado nada durante o sono.

E isso lá tem tratamento?

Como é considerada um distúrbio do sono, a hipersonia pode ser recorrente ou idiopática, possuir causas neurológicas ou genéticas. O tratamento geralmente é feito com o uso de estimulantes, anfetaminas, e até de antidepressivos. Naturalmente, aquele cafezinho que você toma durante a noite precisa ser suspenso durante o tratamento, e nada de ficar assistindo àquela série do Netflix até mais tarde. Os hábitos regulares, e um horário de sono bem definido são essenciais para tratar a doença.

A hipersonia só se manifesta na idade adulta, e afeta mais mulheres do que homens. Recentemente, uma nova forma de tratar a doença começou a ser testada em uma pesquisa, com resultados bastante significativos. Trata-se de um medicamento utilizado para acordar pacientes de anestesias, chamado de Flumazenil. Em seus primeiro testes com pessoas que sofrem com os distúrbios, ele teve um efeito imediato.

Será que eu tenho esse distúrbio do sono?

Você, que está estudando loucamente para o ENEM, pode achar que está sofrendo dessa condição, mas não se preocupe! É normal ficar ansioso. Isso não significa que você precise de tratamento. Quer fazer a prova dos nove? Faça o teste! Tente relaxar, tomar um chazinho de camomila e dar uma descansada, ok? Uma dica que pode ajudar a aliviar a ansiedade é se preparar para possíveis temas que podem cair na redação do ENEM. Neste artigo, você  encontra alguns temas.

E ai? Se identificou? Será que você sofre de hipersonia ou está apenas ansioso? Conte para gente nos comentários e deixe sugestões para os próximos artigos do blog.

Não deixe de curtir também as páginas do Salto nas redes sociais (Facebook e Instagram). Quando você menos percebe já esta aprendendo.

Não perca nenhuma dica!

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu email.