Para Nunca Mais Errar: Palavras que você nunca mais vai usar de forma equivocada

29set por: O Salto
categoria: Redação

Bella Nazar

Muitas palavras causam dúvidas aos falantes, criando um nó quando há necessidade de uso formal. Isso ocorre, pois passamos a maior parte do nosso dia dialogando informalmente, assim, quando precisamos das regras, muitas vezes esquecemos ou o deslize ocorre por, realmente, não sabermos.

Porém, nem só de conversas entre amigos vive o homem! Precisamos conhecer e dominar a língua culta – regida pela gramática normativa –  para diversas situações em nossas vidas, como as provas de vestibular e de concurso público.

Vamos, hoje, conhecer as regras de algumas:

Mal x Bem

Substantivo (nomeia) =

O mal que a Netflix me fez / O bem que a Netflix me faz.

Mau x Bom

Adjetivo (qualifica) =

Tyrion articulou um mau plano. / Tyrion articulou um bom plano.

Utilize esta dica para memorizar:

Onde x Aonde

Há muita confusão em relação ao uso dos dois, mas veja bem:

Onde

O ONDE pode ser usado como pronome relativo ou advérbio interrogativo. Assim, sua função sintática é sempre de adjunto adverbial de lugar, ou seja, apenas para lugar físico/fixo.

Ex: O cursinho ONDE eu estudo.

Cuidado: Não use ONDE para ideias, situações, problemas!

Para outros usos, ele equivale a em que, no qual, o qual, ou seja, pode ser substituído por pronomes relativos.

Ex: Os engarrafamentos onde os indivíduos perdem horas do dia.

Na frase anterior, há um equívoco grave na língua portuguesa. Engarrafamento está no plano das ideias, é uma situação do cotidiano. Não se usa ONDE, mas sim NOS QUAIS. São NELES, isto é, NOS engarrafamentos que os indivíduos perdem horas do dia.

O certo é:

Ex: Os engarrafamentos NOS QUAIS os indivíduos perdem horas do dia.

Aonde

Significa AO lugar; caracteriza movimento, então não deve nem ser usado para ideias, nem para localização fixa.

Use-o com verbos que indicam movimento como: ir, chegar, dirigir, etc.

Ex: A academia aonde irei amanhã.

Veja que, no exemplo anterior, foi utilizado o verbo ir. Assim, dando ideia de movimento até à academia.

 

Acerca de x a cerca de  x  há cerca de

Acerca de:

Seu uso é bem comum no texto dissertativo e tem o significado de: a respeito de, sobre

Ex: Acerca dos fatos, não darei minha opinião.

A cerca de:

Usado assim, separadamente, significa perto de, aproximadamente, próximo de.

Ex: O mar fica a cerca de 50 metros da pousada.

Há cerca de:

O mais fácil de ser diferenciado e identificado devido ao verbo haver, logo, apresenta sentido de desde/faz aproximadamente, ou seja, de tempo.

Ex: Há cerca de 10 anos, encontrei o amor da minha vida.

A fim de x  Afim de

Dúvida muito comum e que faz toda a diferença para seu texto, caso você acerte! Rsrs

A fim de:

Possui o significado de finalidade, propósito, logo, encaixa-se perfeitamente na conclusão para a proposta de intervenção.

Ex: Estudou com afinco a fim de garantir sua aprovação.

Afim de:

Afinidade, semelhança

Ex: Nossos valores sempre foram afins.

Estou afim de tomar um sorvete hoje.

 

E aí? Gostou das dicas? Então deixe seu comentário abaixo sugestões para os próximos temas. Não deixe de curtir também as páginas do Salto nas redes sociais (Facebook e Instagram). Quando você menos percebe já está aprendendo.

 

Comentários

Leave a Reply

Não perca nenhuma dica!

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu email.